6 de agosto de 2020

Amamentação e audição

O leite materno é o alimento ideal para o bebê devido às suas propriedades nutricionais e imunológicas. Ele protege o recém-nascido de diversas infecções e doenças e permite que seu crescimento e desenvolvimento seja saudável. Além disso, favorece o ganho de peso e o aumento de anticorpos. Mas o que a audição tem a ver com a amamentação?
4 de agosto de 2020

RemoteCare™ – Conheça essa tecnologia!

Você é usuário de aparelhos auditivos Oticon e gosta de tecnologia? Então, precisa conhecer o aplicativo RemoteCare, que oferece mais segurança, conforto e praticidade!
31 de julho de 2020

O perigo de comprar aparelho auditivo online

Com a pandemia, as compras online ficaram ainda mais presente em nossas vidas. Pode-se comprar uma série de coisas, que vão de roupas, tênis e maquiagem […]
21 de julho de 2020

Cuidado especial na higienização do seu aparelho auditivo

Higienizar o aparelho auditivo é uma tarefa muito importante e que deve ser tratada com ainda mais cuidado em tempos de coronavírus. Antes de manusear o […]
16 de julho de 2020

Aparelhos auditivos infantis

Aproximadamente 1,9% das crianças têm dificuldades auditivas, mas segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 60% dos casos em crianças menores de 15 anos podem ser […]
14 de julho de 2020

A audição do feto

Os bebês começam a ouvir quando ainda estão na barriga das mamães! Na 13ª semana de gestação, o feto percebe os sons pela vibração na pele. Por volta da 17ª semana, consegue ouvir um pouco do que se passa dentro e fora do corpo da mãe. Na 20ª semana, consegue distinguir a voz materna.
9 de julho de 2020

A trajetória do fone de ouvido

Assim como outros objetos, o fone de ouvido também se transformou e se inovou com o passar dos anos. Atualmente existem aparelhos com isolamento acústico, que evitam a perda de audição.
2 de julho de 2020

Deficiência auditiva e Bullying

Bullying é a prática de atos violentos, intencionais e repetidos, contra uma pessoa, que podem causar danos físicos e psicológicos às vítimas. O termo surgiu a partir do inglês bully, palavra que significa tirano, brigão ou valentão.